Mensagens Com Amor Menu Search Close Angle Birthday Cake Asterisk Play PPS Book Download Heart Whatsapp Whatsapp Facebook Twitter Pinterest Instagram YouTube 9 Giga Up

Textos para Reflexão

Quando se busca uma transformação nos rumos de sua vida, você deve primeiro entender o que você é e o que você quer ser. Fique à sós por alguns instantes e use as palavras para entender o sentido de sua existência. Inspire-se e reflita.

Você não pode salvar todo mundo

Daniel Bovolento

Você vai achar que consegue, que é algum super-herói e que dessa vez vai. Vai ver as marcas na pele e buscar algum remédio de-ses-pe-ra-da-men-te pra tentar curar alguma coisa ali dentro, mas os cortes são profundos, quase dá pra ver lá dentro, quase daria pra ver se o sangue não coagulasse, mas você não desiste. Você acorda de manhã cedo e traz o café na cama, um livro antigo de poesias e diz que o melhor presente é a companhia. Sorri e você nunca foi tão feliz assim, foi? Talvez esteja dando certo, talvez você esteja conseguindo. Você se empenha e tenta, tenta hoje, tenta amanhã, aos poucos consegue progresso. Uma vez eu também achei que poderia salvar e consertar e mexer lá dentro de alguém que era muito importante pra mim. Doía em mim quando ela chorava, doía em mim quando eu não podia fazer nada pra botar os demônios dela pra fora de casa e organizar o caos. Doía pra cacete porque não era algo que eu pudesse controlar. A gente sempre acha que pode controlar o destino do outro, a forma como as coisas vão ser, mas não pra mensurar o estrago que ele já sofreu. Só nos resta admitir que esse processo vai ser baseado na tentativa e no erro: 50% de chances de salvar tudo no fim do dia, 50% de chances de voltar pra casa desolado. (...) Uma vez minha mãe me disse que você não pode ganhar todas as batalhas da vida. Você tem que escolher quais batalhas deseja realmente lutar e quais batalhas está disposto a abrir mão. No amor não é muito diferente, o que muda aqui é que a ferida é mais profunda e vai além da dor física. Porque é frustrante, acredita em mim, frustra pra caramba perceber que não era você, que não era pra ser, que talvez nunca seja com aquela pessoa. Mesmo que a culpa não seja sua.

Entre Todas as Coisas

O mundo não está preparado para o amor

Rodolpho Rodrigo

Essa não é uma história de amor impossível, platônico ou que acabou. Ninguém aguenta mais ler sobre isso. A verdade é que ninguém escreve sobre amores reais. A gente vive nesse mundo em que todo mundo está no fundo do poço. Todo mundo está sofrendo por alguém, chorando por alguém, esperando por alguém… Todo mundo está disponível e quem não está já se prepara pra quando ficar. Eu tenho uma lista de músicas pra ouvir quando meu namoro acabar. Dessas músicas que doem na alma da gente e que fazem a gente encostar a cabeça na janela do ônibus, ver a chuva caindo lá fora e se imaginar dentro de um clipe melancólico e sem final feliz. Eu tenho uma lista de autores pra ler quando eu ficar sozinho. Já tenho uma série de desculpas pra dar quando me convidarem pra sair, mas eu quiser ficar em casa, assistindo comédias românticas e comendo porcaria, porque eu fui largado, oras, e eu posso e devo e vou curtir minha fossa. (...) Felicidade não vende e não inspira. Todo mundo já ouviu em algum momento que nem sequer devemos gritar nossa felicidade por aí, pois atrai negatividade. Balela. As pessoas só não estão interessadas em saber que você está bem. Ninguém te manda uma mensagem às 3 da manhã dizendo “Oi, fiquei sabendo que sua vida está ótima! Que bom, fico feliz por você. Era só isso“, mas quantas vezes nós recebemos um “poxa, fiquei sabendo que deu tudo errado” ou “que você não conseguiu o emprego que queria” ou “que sua namorada te deixou”, “que você bateu o carro”, “que sua vida está de cabeça pra baixo”, “que sua avó faleceu”, “que você tem câncer. Vai dar tudo certo”. Isso acontece porque a felicidade é plural, mas tristeza é singular.

Entre Todas as Coisas

Eu preciso de você sim

Léo Luz

Anna, há algumas semanas eu escrevi que não precisava de você. Mas como a capacidade de admitir que cometeu um erro é a virtude dos sábios, e a modéstia passa longe, eu admito: eu estava errado. Eu preciso de você sim. Só perceba que precisar não significa ser dependente. Eu preciso comer legumes – o que eu solenemente não faço há trinta e cinco anos. Eu preciso beber mais água e comer menos fritura, tampouco faço nenhuma das duas coisas. A gente precisa do que nos faz bem, e eu preciso de você. Eu preciso de você pra me acalmar quando eu estiver agitado, e pra me agitar quando eu estiver calmo demais. Eu preciso ouvir a sua voz irritada com o mundo inteiro me falando, no telefone, “tô com saudade, quero te ver logo”, como se eu fosse um oásis no mar de problemas e chatices da sua vida. Eu preciso de você pra cuidar dos problemas que eu não tenho e invento, eu preciso ouvir que você quer que eu cuide de você, que eu não me afaste. Eu preciso da sua calma pra fazer ficar tudo bem um minuto depois de termos uma discussão. Eu preciso da sua mão no meu cabelo, mesmo sabendo que você está doida pra falar que meu cabelo tá uma merda. Eu preciso te ouvir dizer que gosta de mim, que me adora, porque eu sei o quanto significa pra você dizer isso. Eu preciso de você dizendo que quer dormir na minha casa só pra ganhar cafuné. Eu preciso muito de você dizendo que não quer fazer mais nada, só ficar comigo. Às vezes eu realmente preciso que nós não façamos nada e só fiquemos um com o outro. Eu preciso do seu carinho, do seu sorriso bobo quando você passa horas falando apaixonadamente sobre teatro e só percebe depois que eu estava o tempo todo sorrindo, te achando linda e admirando a sua paixão. Aí, nessa hora, eu preciso do seu sorriso abaixando a cabeça e olhando de soslaio pra baixo. (...) Eu não como verdura, não bebo água o suficiente, não levo agasalho quando tá frio. Não dirijo com cautela, não escovo os dentes cinco vezes por dia, não bebo menos refrigerante. Eu não ando de bicicleta, não faço exercícios e vejo TV de perto. Mas de você eu preciso de verdade. Mesmo tentando me obrigar a comer verdura, a dirigir com cuidado, a andar de bicicleta e a fazer exercícios.

Entenda os Homens

Comentários