Famosos / Cinema e TV / Atrizes / Atrizes nacionais

Frases de Débora Falabella

Atuando desde 1998, a brasileira Débora Falabella conquistou de vez o público pela personagem Nina na novela Avenida Brasil em 2012, e desde então não parou de fazer sucesso.! Conheça um pouco mais sobre os pensamentos e ideais dessa atriz que marcou a televisão brasileira.

Modernidade

Débora Farabella

O mundo está mudando e as pessoas estão mudando a forma de interagir. Os meios de comunicação estão completamente diferentes.

Compartilhar

Moda

Débora Falabella

Eu gosto muito de moda, gosto de enxergar a moda de uma maneira divertida e que tem a ver com o que você está sentindo no dia. É uma maneira que a gente tem de se expressar tanto na nossa vida quanto na nossa profissão.

Compartilhar

Formação

Débora Falabella

Tem muita gente fazendo TV sem formação (de teatro) nenhuma. Pode ser que isso acabe dando certo para algumas pessoas, mas para mim, não.

Compartilhar

Vergonha

Débora Falabella

Não tenho vergonha em cena.Tenho vergonha por outras coisas.

Compartilhar

Críticas

Débora Falabella

Sou uma atriz de teatro, que fez TV e cinema. Tem muita gente que me critica sem nem conhecer a minha história. É preciso acabar com esse preconceito bobo, um ator pode ser bom na TV, no cinema e no teatro.

Compartilhar

Parceria

Sobre contracenar com o namorado, Murilo Benício.

Contracenar com o companheiro é um prazer, um deleite. No início, quando a gente começava a passar o texto, ríamos disso, não sabíamos como seria, mas tivemos muito conforto porque já trabalhamos à beça juntos.

Compartilhar

Politicamente correto

Débora Farabella

Acho que essa coisa do politicamente correto está ficando muito chata. É estranho porque cada vez mais as pessoas têm liberdade, mas o tal do politicamente correto faz com que elas se contenham. O politicamente correto é chato.

Compartilhar

Julgamentos

Débora Falabella, sobre críticas após novela Avenida Brasil.

No final dessa novela eu passei por coisas que achei tão absurdas e, ao mesmo tempo, dava uma vergonha... Tão ridículos.

Compartilhar

Reconhecimento

Débora Falabella

Quero ter dentro da televisão um reconhecimento para ficar numa posição onde possa, talvez, cada vez mais, escolher o que faço. Acho que o mais importante é ter esse reconhecimento, essa confiança, pra falar: "Não, isso não, quero fazer aquilo."

Compartilhar

Aparência

Débora Falabella

Não me preocupo com a aparência, e sim com a minha atuação.

Compartilhar

Educação

Débora Falabella

Na Argentina, onde eu já morei, as pessoas são muito politizadas. Sinto falta disso aqui. Lá, você pega um táxi e o motorista conta a história inteira do País. Mas essa é uma questão de educação que vem com o tempo.

Compartilhar

Transtornos

Débora Falabella, sobre a minissérie Dupla Personalidade.

É uma coisa louca, dizem que, de 100 pessoas, 10 são psicopatas. É claro que em níveis diferentes e nem todos são assassinos. No entanto, é meio assustador, sim. O mundo está muito violento e me dá um pouco de medo pensar nisso, sim.

Compartilhar

Amigas

Débora Falabella, sobre a atriz Adriana Esteves.

A Adriana foi muito especial. Digo que, com cada pessoa que você contracena, acaba aprendendo. E com ela foi assim também. Aliás, muito bom ver a liberdade dela na novela e melhor ainda fazer esse trabalho com a Adriana. Somos amigas até hoje e ela sempre será uma pessoa que vou admirar, minha inspiração.

Compartilhar

Descanso

Débora Falabella

Fiquei fora dois anos e voltei na hora certa. Meu personagem em Avenida Brasil foi muito forte e eu acho mesmo que tinha que descansar por um tempinho. Saí, fiz as minhas coisas e, agora, estou de volta. Sabe quando acontece tudo no tempo certo? Foi assim.

Compartilhar

Par

Débora Falabella, sobre o namorado Murilo Benício.

É muito emocionante estar em cena com o Murilo, porque a gente está falando de uma história de amor. [...] Existe uma intimidade nossa que é muito real.

Compartilhar

Vingança

Débora Falabella

Eu não sou favorável a se fazer justiça com as próprias mãos. Ainda tento acreditar na Justiça do País, apesar de me decepcionar algumas vezes.

Compartilhar

Áreas diferentes

Débora Falabella

Às vezes acho muito mais difícil fazer televisão do que teatro. Não que eu ache difícil, mas eu tenho mais dificuldade. Eu me sinto mais confortável no palco do que na televisão. (...) Na televisão a gente tem que ter muita concentração para fazer, para conseguir seguir um personagem e conseguir ter a liberdade ali dentro. No teatro você entra e o palco é seu.

Compartilhar

Relacionamentos

Debora Falabella, sobre o namoro com Murilo Benício.

Minha história com ele é a partir de agora. Não sou uma idiota também, tenho confiança em quem eu sou. E acho até que é muito chata essa associação, problema de cada um, eu também namorei, todo mundo namorou todo mundo na vida.

Compartilhar

Maternidade

Débora Farabella

Criança é maior do que tudo. A gente se descobre com a maternidade, fico com minha filha o maior tempo que posso.

Compartilhar

Opiniões

Débora Falabella

Na internet muita gente fala e não coloca nem o rosto nem o nome. É muito fácil se esconder e criticar. Meu Twitter durou uma semana. Não consegui colocar nada da minha vida lá. Tem gente que usa de uma forma muito legal, mas o que eu tenho para falar, falo no meu trabalho. Tanto que até dar entrevista me é difícil. As minhas opiniões eu guardo para mim.

Compartilhar

Paciência

Débora Falabella

Fico impaciente com falta de compromisso, falta de cuidado, falta de atenção. Eu levo o trabalho muito a sério, levo tudo a sério e a falta de compromisso e de interesse das pessoas me tira a paciência. Pequenas injustiças também me revoltam. Às vezes o nosso País me tira a paciência.

Compartilhar

Entrevistas

Débora Falabella, sobre ter vergonha de dar entrevistas.

Claro que para mim é importante, não posso virar uma pessoa que não dá entrevista nunca. Porque eu tenho o outro lado, gosto de divulgar meu trabalho. Não tenho ainda essa inteligência, essa malícia para saber responder.

Compartilhar

Envelhecimento

Débora Falabella

Quero envelhecer bem e não tenho medo. Tenho sorte porque, na minha família, todo mundo tem muita jovialidade, parece mais novo. Quando a gente começa a envelhecer, pensa em algumas questões, tem vaidade, mas não quero que isso seja uma questão a mais na minha vida. Depois de ter filho a gente amadurece muito. Como me separei muito cedo, isso acabou fazendo com que eu amadurecesse mais e tivesse de dar ainda mais conta da minha vida.

Compartilhar

comentários

anterior

Sogra

Como lidar com essa figura tão peculiar?

próxima

Sophia Abrahão

Conheça as mil e uma facetas de Sophia