Mensagens Com Amor Menu Search Close Angle Birthday Cake Asterisk Spotify Play PPS Book Download Heart Share Whatsapp Facebook Twitter Pinterest Instagram YouTube Telegram Copy Up Check

Siga-nos

Dia da Visibilidade Trans

Infelizmente, o preconceito contra a população LGBT no Brasil ainda é muito grande, mas marcos como a criação do Dia da Visibilidade Trans provam que estamos no caminho certo para uma sociedade mais igualitária, onde todos tenham os mesmos direitos, independente de sua orientação sexual.

continue lendo
Compartilhar

Dia Nacional da Visibilidade Trans

Em 2004, o Ministério da Saúde criou o Dia Nacional da Visibilidade Trans, comemorado no dia 29 de janeiro! Isso aconteceu após divulgação da campanha "Travesti e Respeito", que reconhecia a dignidade dessa população!

1ª Marcha do Orgulho Trans

No dia 1º de junho de 2018, a Primeira Marcha do Orgulho Trans aconteceu em São Paulo. O evento tinha como principal objetivo dar visibilidade a comunidade de transgêneros, travestis e transsexuais não só da capital, mas de todo o Brasil.

Meu Nome Importa

Em 2015, a Universidade Federal de Pernambuco lançou a campanha #MeuNomeImporta. O seu principal objetivo era combater à discriminação acadêmica a respeito do nome social de transexuais e travestis. Políticas desse gênero são extremamente importantes para acolher esse grupo de pessoas!

Direito à identidade

No dia 1º de Março de 2018, o Supremo Tribunal Federal determinou que pessoas transgêneros têm o direito de alterar, em cartório, o nome e registro de sexo! Essa ação promove maior inclusão social e visa diminuir o preconceito sofrido por transexuais e travestis.

Orgulho

Não tenho vergonha de quem eu sou. Não tenho vergonha de como me sinto. Eu me orgulho de mim. Da minha trajetória. De todos os meus altos e baixos. Eu me aceito. Eu sou trans. E ninguém vai me diminuir por isso.

Meu corpo, minha batalha

As pessoas não conseguem entender como é não se sentir no corpo certo. Como é nascer em uma casca que não lhe pertence. Por isso, eu luto. Não só pela aceitação das pessoas de fora, mas pela normalização dessa situação e para que, assim, transexuais do futuro sejam mais livres e mais felizes.

 

Inovação

Pela primeira vez em 23 anos, Malhação nos presenteou com sua primeira personagem trans! Isso mostra que a aceitação vai chegar, que a normalização vai acontecer e que nós, transexuais, não temos que nos esconder, temos que nos orgulhar!

Conheça 10 transgêneros famosos

Existir

Por que a minha existência fere a sua vida? Muda o seu comportamento? Faz você me julga? Como eu estou te machucando? Eu não vou abaixar a minha cabeça. Eu não vou deixar você me apagar. Eu sou trans, eu tenho orgulho disso, e nem você, nem ninguém, vai me mudar!

Priscilla, a rainha do deserto

Sim, esse filme é conhecido como um ícone gay. O que ninguém se lembra é que ele apresenta, sim, uma personagem trans: Bernadette. Esse longa, além de ter representatividade, também nos faz refletir e entender que, não, ser transexual não é o mesmo de ser travesti!

O seu preconceito é errado

Eu não vou deixar de existir, eu não vou deixar você me abalar. Eu sei que não estou errada. O fato de eu ser trans não fere ninguém, mas o seu preconceito fere a minha vida, fere a minha existência. Eu tenho orgulho do que sou. E você? Pode falar a mesma coisa?

Melhor que chocolate

Quando Judy canta, para todos escutarem, "I'm Not a Fucking Drag Queen", ela se torna o centro do filme, mesmo que ela, supostamente, não seja a personagem principal. Cativante, ela é muito marcante no longa!

Meu nome é Ray

Já imaginou assistir a um drama que conta a história de um homem transexual e o final não é triste? Esse é o caso de "Meu Nome é Ray", que mostra a trajetória de Ray e sua família em busca da aceitação.

Boy meets girl

Está procurando por um filme que conta a história de uma mulher trans e a sua atriz também é uma mulher trans? Por mais que isso seja difícil, não é impossível, e é o que Boy Meets Girl oferece ao seu público nessa cativante comédia romântica!

Resistir

Não podemos nos deixar abalar. Não podemos esquecer quem somos. Não podemos fazer as pessoas nos oprimirem, nos rebaixarem. Nós temos que resistir. Nós somos trans. Nós somos fortes. Nós somos capazes!

fechar