Famosos / Música / Cantoras / Cantoras nacionais

Wanessa Camargo

Cantora e compositora, Wanessa Camargo começou sua carreira musical em 2000. De lá para cá, trabalhou com a música pop, eletrônica e sertaneja. Que tal saber um pouco a respeito do que ela pensa? Conheça alguns dos mais importantes pensamentos dela.

Campanha de incentivo à leitura

Tenho de ir ao dicionário a cada cinco frases, mas estou gostando.

Compartilhar

Amor de fã

Fãs nunca incomodam. Ao contrário: se não incomodarem, aí é que a gente se sente incomodada.

Compartilhar

Exigente

Amo comer, transar e dormir. Gosto de transar na cama, gosto de conforto.

Compartilhar

Quem não tem teto de vidro

Quem é Adriane Galisteu para falar de mim?

Compartilhar

Homem ideal

Homens mais velhos são mais interessantes.

Compartilhar

O que espera da vida

Como diz uma amiga, sou bela, recatada e do bar. Eu mesma só bebo socialmente. Eu fui uma adolescente como qualquer outra, que sentiu ciúme, chorou pelo namorado, e que foi amadurecendo a sua relação com o outro. E eu espero falar com você daqui a dois anos e estar mais madura do que hoje, mais tolerante, sabendo respeitar o outro. O que eu quero é ter amigos e construir uma vida linda, para no final me orgulhar.

Compartilhar

De volta às suas raízes musicais

Foi tudo natural e logo nos primeiros movimentos eu percebi que o disco seria em português e que o romântico voltaria com força. Eu estou cantando músicas de fazer chorar o coração, o que a gente chama de sofrência. E descobri que sou uma cantora de sofrência há muito tempo, porque minhas músicas antigas são quase todas assim. Podem chamar meu novo disco de sertanejo porque gostam de colocar rótulo. Mas não é só sertanejo. Tem elementos latinos, do folk, do pop. Essa mistura, que faz parte da minha essência, está ali.

Compartilhar

Segunda opção de profissão

Sou apaixonada pelo ser humano e as suas maluquices. Poderia ser psicóloga fácil.

Compartilhar

Traição é uma via de duas mãos

Ai, gente, quem nunca? Já fui chifrada mais de uma vez. E também o contrário.

Compartilhar

Incentivo do pai famoso

Lógico que meu pai gostou de eu voltar ao sertanejo, porque ele tem uma identificação maior. Quando fui para o pop, ele me apoiou, mas mal sabia cantar. Ele fala espanhol, mas inglês não. Fazia ‘Shine it on, shine it on’ e não ia além disso.

Compartilhar

Críticas

Qualquer coisa que eu fizesse seria criticada. Não ligo.

Compartilhar

Preocupada com a aparência

Fiz mil regimes. Nas férias, ia para o spa porque queria emagrecer. Depois, entendi que meu corpo não era como os do padrão que a gente vê por aí. Não tenho coragem de fazer lipo, só tenho vontade de colocar peito. Mas ‘tô’ de boa, de verdade.

Compartilhar

Amizade com Sandy

Eu gosto muito dela, tenho um carinho imenso. Acho ela linda, uma boneca. É muito discreta, muito correta. Somos diferentes em vários aspectos e muito parecidas em outros.

Compartilhar

Cantora e compositora

Comecei a me redescobrir como compositora.

Compartilhar

Mais filhos

Sempre quis ter cinco filhos, mas desisti. Quero ter três, mas não agora. Preciso trabalhar, colocar dinheiro na conta, depois, eu engravido. Lá pelos 37.

Compartilhar

Maior medo como mãe

Violência. Tenho muito medo. Já sofri assalto. Tenho muito medo porque o nosso país não tem segurança. Nos escondemos em carros blindados, em shoppings com segurança. Queria que eles tivessem a segurança de abrir a janela do carro sem o medo de ter uma arma encostada na cabeça.

Compartilhar

Escolhas para o novo álbum

É uma preocupação. Eu procuro saber que tipo de música meu público está esperando, eu penso nisso, mas no fundo o que conta no final é o que meu coração bate mais forte.

Compartilhar

Fazer valer a pena cada minuto

Sou como todas as pessoas do mundo, com anseios, dificuldades, sonhos, qualidades. Você não se vê diferente? O ser humano é feito de várias camadas. Se eu tiver mesmo que me definir, vai ser como uma pessoa em busca de algo, seja conhecimento, amadurecimento, paz e alegria. Temos que buscar uma vida interessante. Tenho medo de pensar no meu último suspiro de vida e me arrepender do que não fiz.

Compartilhar

Maternidade e carreira

É uma loucura. Tento acompanhar nos afazeres. O Joãozinho já faz aula de música. Então vou me dividindo e levando nas atividades que consigo. É assim. A gente vai colocando as crianças um pouco no nosso mundo, sem afastar. Tenho muita sorte de não ter um trabalho com um lugar fixo, então consigo colocar meus filhos nesse ambiente para ganhar mais tempo ainda.

Compartilhar

Mulher como qualquer outra

Tenho peito pequeno e coxa grossa. Admito: tenho umas celulites.

Compartilhar

Maior inspiração

A inspiração é a Madonna, mas o meu show é tupiniquim e humilde.

Compartilhar

Casamento

Eu me senti como se estivesse entrando em um outro mundo.

Compartilhar

Maior sentimento

O amor não tem sexo, não tem cor. O amor simplesmente te arrebata.

Compartilhar

Mulher de fases

Eu já fui uma mulher louca em algum momento. Quem nunca?

Compartilhar

Decepções da vida

Já me dei muito mal com amizade. Teve uma amiga minha que deu em cima do meu pai.

Compartilhar

Experiências que te fazem crescer

É claro que você tem de ter um certo limite para falar porque às vezes o julgamento é muito pesado. Então, você filtra. Mas não tem problema nenhum dizer que você já caiu de cara no chão, já bebeu demais, porque faz parte da vivência. Quem nunca fez um barraco?

Compartilhar

Vontades incomuns

Eu tive lombriga sim. Sentia o cheiro da terra molhada depois da chuva e colocava na boca para comer.

Compartilhar

Segredo para um casamento feliz

É saber perdoar os pequenos errinhos de cada um. A gente se apega muito às pequenas coisas e aquilo vira uma bola de neve. Mãe tem isso de querer ser dona da razão. E não é assim, ele é pai tanto quanto eu, e é um pai muito participativo. É importante relevar aquilo que te incomoda para dar valor ao que ele faz de bom, que é muito maior.

Compartilhar

Inspirações para compor músicas

Quando você faz uma música sobre algo, não quer dizer que você viva esse aquilo naquele momento. Eu resgato minha memória afetiva, memória de coisas que eu vivi.

Compartilhar

Maior conselheiro profissional

O meu marido. Eu adoro a opinião da minha mãe e do meu pai, que, lógico, entende muito de música tecnicamente. Mas ele me ajudou a dar vazão a essa minha mudança. Fui compondo e ele sugerindo caminhos. “A gente precisa chamar um produtor assim, assado para essa música”.

Compartilhar

Público gay

Engraçado que uma boa parte desses fãs já estava comigo desde o começo. Acho que vamos continuar juntos. Além disso, é natural, na música, ter like e dislike. Faz parte.

Compartilhar

Rivalidade com Sandy

Tudo intriga da oposição. Isso foi criado um pouco pela imprensa e também pelos fãs, o que é triste. Hoje, tem até fã-clube das duas juntas.

Compartilhar

Vida antes da fama

Sofri bullying. A diretora ficava cobrando os carnês atrasados.

Compartilhar

Laços de família

Nós temos uma coisa muito mais forte que é o nosso laço de amor. Não há separação que vá quebrar isso.

Compartilhar

Cirurgia plástica

Tenho medo de ficar plastificada, teria pavor de não me reconhecer no espelho. Vou envelhecer naturalmente. Não vou ser dessas pessoas, nossa. Pavor de ficar ‘botocada’.

Compartilhar

De volta

Falei com o meu avô Francisco que agora ele poderia assistir aos meus shows novamente e ele disse: ‘Então a Wanessa Camargo está de volta’. Foi genial.

Compartilhar

Referências musicais

Minha paixão é Coldplay, Mumford and Sons, The Fray… Eu ouço muito isso.

Compartilhar

Vida exposta

Tenho essa sensibilidade de respeitar a opinião alheia, as diferenças, não procuro machucar alguém ou a liberdade de alguém. O que converso com minha mãe, com meu pai, meus irmãos, entre quatro paredes, só compete a nós e só devo satisfação a mim e a essas pessoas. Enquanto estiver vivendo em paz com eles, não sinto pressão ou preocupação.

Compartilhar

Maior sonho

Materialmente, quero ter uma casa onde tenha uma horta suficiente para consumir o que planto. Profissionalmente, poder fazer shows e ver as pessoas cantando minha música e me contando como aquela tal canção a fez mudar. Já na família é ver quem mais amo perto de mim com muita saúde e ver meus filhos serem muito melhores do que eu.

Compartilhar

Empoderamento feminino

Sou de uma geração de mulheres que está buscando o seu espaço. Outras mulheres conquistaram muito o espaço no trabalho, em casa, a liberdade sexual. Para mim, é uma missão falar sobre a mulher que tem muito mais a conquistar. Temos que quebrar os tabus em relação à sociedade. Não é um jogo ganho.

Compartilhar

comentários

anterior

Especial Festa Junina

Venha para o arraiá do MCA! Dicas e receitas

próxima

Festa Junina - Músicas

As músicas típicas que embalam nossas comemorações juninas!