Mensagens Com Amor Menu Search Close Angle Birthday Cake Asterisk Spotify Play PPS Book Download Heart Share Whatsapp Facebook Twitter Pinterest Instagram YouTube Telegram Copy Up Check

Siga-nos

Coisas que nunca deve se dizer a uma mãe

Saber lidar com sua mãe pode não ser algo fácil, mas necessário. Aliás, ela também teve que aprender a cuidar de você! Nada mais justo do que uma troca de amores, não é mesmo? Confira algumas dicas de coisas que nunca se deve dizer a ela!

continue lendo
Compartilhar

Toda mãe tem defeitos

Sua mãe pode ter todos os defeitos do mundo, mas ela o ama e, em sua concepção, estará fazendo o melhor para você. Então, nunca a compare com a mãe de outra pessoa e diga que é melhor que ela – mesmo que sua mãe, em momentos de raiva, o compare com outra pessoa. A comparação de uma mãe com outra, além de deixá-la enciumada, fará com que um turbilhão tome conta de sua mente e ela achará que é uma péssima mãe.

Não ignore suas chamadas

Ela te ligou e você disse que chegaria cedo, mas, na verdade, a diversão está boa e você ainda nem saiu de onde está? Atenda. Se ela ligar insistentemente será pior, pois ficará ainda mais furiosa e preocupada. O melhor neste caso é atender e explicar o ocorrido, mesmo que receba uns xingamentos. A atitude dela será menos pior no dia seguinte.

Nunca diga

Nunca diga que não precisa de sua mãe, pois o coração daquela que te criou com tanto amor pode se despedaçar em milhares de partículas e causar uma dor sem tamanho, pois, para uma mãe, cuidar nunca é demais.

Frescura

Nunca diga que dores, limitações ou sentimentos dela são frescura. Isso pode desencadear sentimentos tão pesados e ruins que podem levar a transtornos psicológicos, como a depressão. A velhice chega para todos, e essa é a hora dela ter suas restrições e aproveitar os cuidados, assim como o amor.

Não reclame de barriga cheia

“Mãe, a comida hoje não está boa. Você errou a mão?” Não, não diga isso, pois dará motivo para que ela peça que você a faça da próxima vez e ainda vai fazer uma lista de todos os afazeres que você está devendo a ela.

Não minta

Não minta sobre os seus sentimentos. Sua mãe é capaz de descobrir a quilômetros de distância quando um filho não está bem. Pode ser pelo olhar, pela voz, pelo modo de andar ou qualquer outro sinal. Mas ela vai, com toda certeza, saber que há algo de errado com você.

Tire o ódio do seu vocabulário

Não a odeie nem mesmo por um minuto, pois esse “ódio” é raiva em seu momento de explosão e logo passará, mas a tristeza e a mágoa profundas que esta palavra pode causar é tremenda, independente do motivo que seja.

 

Avó

Nunca diga a sua mãe que ela é uma avó ruim, mesmo que o seu parceiro ache isso. Ela foi uma boa mãe, errou e acertou diversas vezes e você deve a ela gratidão. Se ela hoje tenta “estragar” seus filhos, converse, mas nunca seja grosseiro. Se ela é de certa forma distante, não a julgue, apenas aceite e não faça da relação de vocês um motivo para discórdia -- muito menos cause intriga entre avó e neto.

Nunca deboche

Mãe merece respeito. Se ela está falando com você, lhe dando sermão, discutindo ou apenas conversando, não ria nem deboche. Ela com toda certeza quer o seu melhor e não merece o te desrespeito em troca de tudo o que já fez por você.

Ouça

Mãe também é um ser humano, assim como você. Ela às vezes precisa desabafar sobre a vida, reclamar sobre o trabalho, a casa, os amigos, ou a falta deles, sobre você e seus irmãos, sobre o marido, namorado ou paquera. Ela precisa de atenção. E você, como bom filho, nunca deve dizer que “hoje não”, pois mãe não é eterna e, se algo a acontecer, é você quem sentirá culpa.

Sentimentalismo

Nada pode ser mais importante do que o dia do aniversário, então não ligue dizendo que não comparecerá em sua casa para lhe dar parabéns pessoalmente porque tem algo “mais importante” ou urgente. Ela vai se chatear, mesmo que tente esconder, e sentirá sozinha, mesmo que esteja rodeada de pessoas que a amam. Ela é sentimental e precisa de você ali, por perto e a bajulando.

Escolhas

Não culpe sua mãe pelas escolhas que você fez na vida. Ela pode ter lhe dado inúmeros conselhos e, com certeza, você não seguiu todos. Se aqueles dos quais você seguiu o levaram a um rumo que não era bem o esperado, recomece. Às vezes o que ela acreditou ser bom para você não era, mas isso não o faz ser o “senhor da razão” para culpá-la. Até porque as escolhas foram suas e só você é responsável por isso.

Falta de educação

Nunca diga que sua mãe é burra, independente do seu nível intelectual. Burrice e falta de educação é maltratar a quem tanto se dedicou e amou você. Se há algum assunto do qual ela precise de maiores orientações e você identifica essa necessidade, então a ensine com calma, paciência e amor.

Perdoe

Nunca jogue na cara de sua mãe assuntos já resolvidos. Se foram resolvidos, não devem vir à tona. É passado e traz mágoas? Então não o retome, mesmo nos momentos de raiva ou tristeza. Mãe tem lá sua parcela de erros na criação dos rebentos, mas a dor de carregar o ressentimento de um filho é o mais perturbador dos sentimentos. Não o faça.

Péssima mãe

Não diga a ela que é uma péssima mãe. Aquela que é sua mãe o fez sofrer, ficar magoado ou decepcionado? Perdoe, mas não a classifique como péssima, pois a mágoa que está sentindo e que causará a ela poderá ser o motivo de muitas noites mal dormidas e muito arrependimento no futuro.

fechar