Mensagens Com Amor Menu Search Close Angle Birthday Cake Asterisk Spotify PPS Book Download Heart Share Whatsapp Facebook Twitter Pinterest Instagram YouTube Telegram Copy Up Check

Siga-nos

Alexandre Pato

Alexandre Pato surgiu em 2006 no Inter de Porto Alegre como uma das maiores promessas do futebol mundial, logo foi vendido ao poderoso Milan da Itália, onde o atacante nunca emplacou. Voltou ao Brasil para o Corinthians onde não teve sequência e em 2014 foi repassado ao São Paulo.

02/09/1989
continue lendo
Compartilhar

Força de Vontade

Alexandre Pato

Eu tinha uma família pobre no Paraná. Falei para a minha mãe que iria para o Rio Grande do Sul fazer peneira no Internacional. Foi dificílimo, largar tudo e ir jogar. Tive uma força que não é comum em um menino de 11 anos. Tenho certeza que foi Deus quem me ajudou, me mostrou o caminho. Por isso, quando muita gente questionava se eu voltaria a jogar um futebol de alto nível, eu tinha certeza que daria a volta por cima. Nunca deixei de acreditar.

A dor de ficar 650 dias sem jogar

Alexandre Pato

Somando os dias realmente foi muito tempo. Só eu sei o quanto foi difícil esperar que o meu organismo reagisse. Não dependia da minha vontade. Falaram muitas coisas, que procurei psicólogo. Meditação. Várias outras bobagens. Tudo que eu fiz foi entregar na mão de Deus. Acreditar que tudo iria mudar, melhorar. A cada contusão, mais eu pensa que Deus só coloca essas dificuldades para quem tem força para superar. Lembrava o que eu passei quando tive dez anos, o tumor. E como tive forças para superar e ainda mais o que aconteceu quando eu tinha onze. Foi quando minha vida de verdade mudou.

O Milan é minha casa

Alexandre Pato

O Milan é minha casa. Eu não queria interromper a minha carreira com o Milan, depois de ganhar meus dois primeiros troféus com esta camisa. Eu quero contribuir para a história do Milan e para o sucesso futuro do clube. Esta alegria vai me dar a energia para enfrentar os futuros jogos com mais entusiasmo, vontade de vencer e de marcar. (Após rejeitar a oferta de 35 milhões de euros apresentada pelo Paris Saint-Germain 12/01/2012)

Única diferença

Alexandre Pato

As estruturas são bem parecidas. A única diferença é que os equipamentos e aparelhos do Corinthians são mais novos, mas ambas são ótimas. (Falando sobre a diferença de estrutura dos time do Brasil e da Itália)

Primeira vaia no Corinthians

Alexandre Pato

Direito deles. Eu estou aqui para ajudar o Corinthians e infelizmente hoje não deu e agora temos jogo na quarta, vamos tentar melhorar. Hoje [domingo] não conseguimos concluir, infelizmente jogaram muito bem na defesa. (Em julho de 2013)

 

Simpatia pelo Corinthians

Alexandre Pato

Tenho simpatia pelo Corinthians há muito tempo. Entrei no meio da torcida e senti aquele calor. Dali tudo começou. Sempre pensei no Milan, mas quando teve a chance de ir pro Corinthians eu falei que aquela seria a hora. Estou 100% feliz. (Em janeiro de 2013)

Sobre as chances de disputar a Copa do Mundo no Brasil

Alexandre Pato

É uma das maiores motivações da minha carreira. Eu quero demais jogar o Mundial no Brasil. Principalmente pela minha família. Pela minha mãe. Eu quero que ela tenha o prazer de ver o filho dela jogando a Copa no nosso país. E mostrar só para ela que eu estava muito certo que, aos 11 anos, apesar de toda a tristeza de ficar longe dela, optei pela minha carreira. Dar a ela a satisfação de me ver jogando a Copa do Mundo do Brasil é a minha grande motivação. Por isso fiquei tão feliz por ter sido chamado pelo Mano Menezes pela Olimpíada. Sei que será o recomeço da minha carreira na Seleção. Sinto que estou voltando para ficar. O sofrimento acabou. (Quando ainda atuava pelo Milan em junho de 2012)

Sobre as lesões na carreira

Alexandre Pato

Prefiro acreditar que Deus me colocou esses desafios para eu ir superando. Um atrás do outro. Primeiro veio o tumor quando tinha 10 anos.Descobri por acaso, por causa de um exame de raio X. Minha família não tinha dinheiro para operar, mas um médico me operou de graça.Deus está sempre me testando e ajudando. Como as lesões que tive no Milan.Todas as vezes que eu estava curado de uma lesão, vinha outra. A direção me levou para a Alemanha, para os Estados Unidos.Passei por inúmeros médicos.Os mais renomados do mundo.Fiz os mais modernos exames.Tudo de mais moderno. Descobriram um desequilíbrio muscular nos músculos adutores da minha coxa. Fiz um tratamento específico para esse desequilíbrio. E agora eu tenho certeza que as contusões musculares vão acabar. Mas foi um período muito difícil da minha vida, da minha carreira. (Aos 22 anos o atleta já tinha sofrido um tumor no ombro e 14 lesões musculares no Milan)

Mostrei o meu melhor

Alexandre Pato

No Corinthians, não tive a sequência que gostaria. Então acho que, no tempo que joguei, mostrei o meu melhor. Marquei 17 gols. Sou sempre o mesmo. Não tive um bom período na Europa. As lesões atrapalharam. Eu me sinto bem porque não me machuquei em 2013. Estou num multicampeão, num clube que foi tricampeão mundial.

Na chegada ao São Paulo

Alexandre Pato

A maioria pensa algumas coisas a meu respeito quando não me conhece, mas sou muito trabalhador. Sempre fui o primeiro a chegar e o último a sair no meu clube. Saí muito cedo de casa e aprendi muitas coisas, deixei minha mãe chorando na rodoviária perguntando mil vezes se eu queria mesmo ir embora. Na vitória me sinto o mais feliz do mundo, na derrota me sinto um nada. A maioria não viu o que fiz, mas trabalhei muito. Não vejo a hora de entrar em campo para mostrar meu valor para a torcida.

fechar