Mensagens Com Amor Menu Search Close Angle Birthday Cake Asterisk Spotify Play PPS Book Download Heart Share Whatsapp Facebook Twitter Pinterest Instagram YouTube Telegram Copy Up Check

Siga-nos

Ícones Negros

De Zumbi dos Palmares à Barack Obama, os negros têm, cada vez mais, alcançando a igualdade merecida por qualquer etnia! Veja uma lista com as personalidades negras que ajudaram a provar que todas pessoas são iguais!

continue lendo
Compartilhar

Martin Luther King Jr.

Pastor e ativista

Luther King foi o mais famoso dos ativistas que lutou pela pró-igualdade racial dos Estados Unidos. Pastor da Igreja Batista, Martin palestrou e discursou por todo o território americano sempre pregando a igualdade e o ativismo pacífico. Recebeu o Prêmio Nobel da Paz em 1964. O seu assassinato ocorreu momentos antes de uma marcha em um hotel em Memphis no dia 4 de abril de 1968.

Malcolm X

Ativista

Malcolm Little ficou órfão aos 6 anos e passou a adolescência em orfanatos e internatos. Junto com Martin Luther King Jr., representa a luta antissegregacionista americana. Ao contrário de Luther King, Malcolm defendia que os negros deveriam responder com hostilidade à violência imposta pelos brancos. Foi assassinado com 13 tiros, em 1965, enquanto discursava.

Bob Marley

Cantor

Símbolo da cultura reggae e rastafári, Bob Marley é uma das personalidades mais conhecidas do mundo. Vendeu mais de 75 milhões de discos e é considerado o maior artista do Terceiro Mundo, países de extrema pobreza e esquecidos pelo mundo. Bob Marley sempre passou uma mensagem de paz, amor e comunhão em suas músicas.

Machado de Assis

Escritor

Considerado como o maior escritor da literatura nacional, Machado de Assis, que mal estudou e nunca fez universidade, escreveu com maestria em todos os gêneros literários. Viveu durante a época da Proclamação da República e foi ávido comentador dos fatos. Junto aos outros colegas autores, fundou e foi o 1º presidente da Academia Brasileira de Letras.

Nelson Mandela

Ativista e Presidente da África do Sul

Ganhador do Nobel da Paz, em 1993, Nelson Mandela foi o mais poderoso símbolo da luta contra o Apartheid, o regime segregacionista na África do Sul. Conhecido como Pai da Pátria em seu país, Mandela foi presidente da África do Sul por 5 anos, de 1994 a 1999. Para alcançar esse posto, símbolo da igualdade democrática, Nelson Mandela passou 3 décadas na prisão por "praticar terrorismo contra o regime Apartheid".

Rosa Parks

Costureira e ativista

Rosa Parks foi a personagem principal do ato que marcou o início da luta antissegregacionista nos Estados Unidos. Em dezembro de 1955, Rosa recusou-se a ceder seu lugar num ônibus para uma pessoa branca e foi expulsa do veículo. A partir daí, iniciou-se o Boicote aos ônibus de Montgomery e muitas outras ações pró-igualdade em solo americano.

Joaquim Barbosa

Presidente do STF

Joaquim Barbosa nasceu em uma família pobre em Minas Gerais e, aos 16 anos, foi sozinho para a Brasília tentar a vida. Hoje, mais de 40 anos depois, é fluente em francês, inglês, alemão e espanhol, tem mestrado em Direito Público pela Universidade de Paris, foi Oficial de Chancelaria no Itamaraty e o primeiro negro a assumir o posto de presidente do Supremo Tribunal Federal.

 

Pelé

Jogador de Futebol

Considerado por grande parte do público brasileiro e internacional como o maior e melhor jogador de futebol de todos os tempos, Pelé acumulou títulos durante sua carreira no Santos Futebol Clube, New York Cosmos e a Seleção Brasileira. É considerado pela FIFA como o Melhor Jogador de Futebol do Século XX.

Charles Drew

Médico e Cientista

O Dr. Charles Richard Drew foi um médico e pesquisador norte-americano que fez pesquisas no campo das transfusões e armazenamento sanguíneo no início da Segunda Guerra Mundial. Charles Drew protestou contra a segregação racial na doação de sangue e deu contribuições que são usadas até os tempos atuais.

Michael Jackson

Cantor

O Rei do Pop, tanto em carreira solo quanto em sua infância com os irmãos no Jackson 5, abriu caminho para os cantores e artistas negros na mídia norte-americana e mundial. Michael teve a pele de sua cor alterada por conta da doença vitiligo, em que altera a pigmentação da pele, mas sempre manteve o orgulho de ser negro.

Barack Obama

Presidente dos EUA

Vencedor do Prêmio Nobel da Paz em 2009, Barack Obama foi o primeiro negro eleito à presidência da República dos Estados Unidos. Antes disso, Obama conquistou uma carreira singular, sendo nesse ínterim o único senador negro representando a legislatura.

Ray Charles

Cantor

Ray Charles é um dos cantores negros de maior sucesso. Considerado pela revista Rolling Stone como o 2º maior cantor de todos os tempos, Ray, que também era cego e tocava piano, sempre se recusou a cantar em estabelecimentos somente para brancos.

Jesse Owens

Atleta

Jesse Owens ganhou espaço na mídia nas Olimpíadas de Berlim, em 1936. Vencedor de 4 medalhas de ouro nas provas de atletismo, Owens não foi cumprimentado pelo líder nazista Adolf Hitler, muito menos pelo presidente de seu próprio país Franklin Roosevelt, apenas por um motivo: ser negro.

Muhammad Ali

Pugilista

Eleito pela renomada revista esportiva Sports Illustrated, em 1999, como o "Desportista do Século". O americano Muhammad Ali ganhou uma medalha de ouro nos Jogos Olímpicos de Roma, em 1960, e tem em seu nome o incrível cartel de 57 vitórias e somente 5 derrotas na carreira. Encerrou sua carreira em 1981, quando ainda era Campeão Mundial dos Pesos-Pesados.

Zumbi dos Palmares

Líder quilombola

Zumbi é um ícone da resistência negra à escravidão no Brasil. Em meados de 1670, passou a liderar o Quilombo dos Palmares, reunião de negros resistentes ao trabalho forçado. Conhecido como Zumbi dos Palmares por liderar o quilombo que carregava o mesmo nome, Zumbi foi morto em 1696 e teve sua cabeça exposta no estado de Pernambuco.

fechar