Mensagens Com Amor Menu Search Close Angle Birthday Cake Asterisk Spotify Play PPS Book Download Heart Share Whatsapp Facebook Twitter Pinterest Instagram YouTube Telegram Copy Up Check

Siga-nos

Raissa Santana

Criada no Paraná durante toda sua vida, a bela Raissa Santana conquistou o título de Miss Brasil 2016, tornando-se a segunda negra a ser eleita nacionalmente, depois de 30 anos. Saiba o que pensa esta linda mulher!

06/07/1995
continue lendo
Compartilhar

Destino

Raissa Santana

Ser modelo não era um sonho de infância, mas isso entrou na minha vida na minha adolescência e se tornou uma coisa que eu buscava e sempre dei o meu melhor pra conseguir isso.

Misses unidas

Raissa Santana

No concurso de beleza só uma sairá vencedora, mas eu acredito que temos que trabalhar por um bem maior, porque a pessoa que ganhar não vai representar somente a si mesma, e sim a todas mulheres. Em um concurso de beleza, todas ficamos unidas em um único objetivo, que é representar a beleza da mulher.

Convencida pelo tempo

Raissa Santana

Passei por aquela fase estranha de adolescente. É normal. Sofria um pouco de bullying na escola, então não me aceitava muito em relação à minha beleza. Era uma coisa que eu não sabia que eu tinha e alguém despertou isso em mim.

Função de Miss

Raissa Santana

Acredito que os concursos de beleza estão mudando muito. A mulher não é só a beleza, ela tem uma voz. Ela não está ali para mostrar apenas o que é por fora. Ela é uma formadora de opinião. O conceito de miss mudou muito. Neste ano, o concurso ressaltou bastante essa questão de a mulher ter voz ativa e não ser apenas um objeto.

Pontapé inicial

Raissa Santana

Tive duas pessoas que foram anjos na minha vida. Foram eles que me colocaram no mundo da moda. Eles me chamaram para um concurso de beleza para adolescentes na minha cidade. Ganhei um ensaio fotográfico e fui trabalhando por lá, fazendo coisinhas pequenas ali mesmo. E então eles me incentivaram a participar do concurso municipal da minha cidade.

 

Mensagem que quer passar como Miss

Raissa Santana

Eu quero ajudar meninas que passaram por isso, ou que estão passando, a se acharem bonitas do jeito que elas são. Não só na questão da beleza, mas a se valorizarem mais. Quero incentivar as mulheres e influenciar pessoas de alguma forma com a minha imagem e com esse título. Tenho muitos projetos e planos. Estou só começando.

Exemplo para o mundo

Raissa Santana

Adoraria motivar outras mulheres negras, quero poder incentivar as pessoas a irem atrás dos seus sonhos, correr atrás dos seus objetivos em qualquer setor da vida. É uma coisa muito legal poder, quem sabe, servir de exemplo.

Sonho ou realidade?

Raissa Santana

Desde o início, quando venci o Miss Umuarama, concurso da minha cidade, comecei a entender que chegar ao Miss Universo seria o objetivo final. Mas não me passava pela cabeça estar, de fato, no Miss Universo.

Nunca deixe de acreditar em si mesma

Raissa Santana

Eu era uma menina bem estranha, o patinho feio da escola. Um dia, numa academia que eu trabalhava, um amigo me viu e me chamou para participar de um um concurso de beleza, falou que eu era muito bonita, mas eu não me achava bonita, porque na escola todo mundo me zoava, me falavam que eu era feia.

Início da carreira

Raissa Santana

Um dia fui descoberta. Participei de um concurso com 15 ou 16 anos e fiquei em segundo lugar. A partir daí comecei a trabalhar, desenvolver a parte física, emocional, a oratória e, então, entrei no concurso na minha cidade, Umuarama. Daí até o nacional a preparação é intensa, e a troca também. São muitas meninas juntas, indo atrás de um sonho, várias histórias, várias batalhas. Nunca é fácil para ninguém.

Cuidados com o corpo

Raissa Santana

Eu sempre tive corpão. É minha genética. E acredito que por ter praticado basquete por quatro anos ganhei massa muscular. Então tive que trabalhar pra perder essa massa. Entrei numa dieta um pouco mais restrita e fiz mais exercício físico, mais aeróbico mesmo.

O que mudou depois do concurso

Raissa Santana

Eu já trabalhava na área da moda, então isso não é uma novidade para mim. Então vai acrescentar ainda mais. Eu quero trabalhar nas áreas sociais, usando a minha imagem para incentivar outras meninas e mulheres a se amarem e se aceitarem mais.

Os concursos não devem exigir padrões

Raissa Santana

Acredito que esse intervalo de 30 anos sem uma negra vencedora do concurso seja resultado da imposição dos padrões de beleza. Mas está mudando, e essa edição é uma prova disso. Estamos aceitando que a beleza é diversa. Tem que ter negra, tem que ter loira, ruiva, mestiça, um pouco de tudo porque é assim que o Brasil é e é isso que o concurso mostrou.

fechar