Mensagens Com Amor Menu Search Close Angle Birthday Cake Asterisk Play PPS Book Download Heart Whatsapp Whatsapp Facebook Twitter Pinterest Instagram YouTube 9 Giga Up

Miguel Falabella

Miguel é ator, dramaturgo, diretor, dublador, cineasta, escritor e apresentador. Ufa! Falabella realmente é um cara que desempenha até hoje diversas funções e por conta dessa diversidade, construiu uma carreira incrível e cheia de marcas históricas. Conheça mais sobre a história dele!

Nunca Mais

Miguel Falabella

Hoje estou desatando da memória as imagens de amor.
As minhas, as nossas imagens de amor,
porque as coisas são como são:
no momento em que escrevo e no momento em que você lê,
abrimos esses arquivos de imagens geradas a partir do amor, que são
- vamos admiti-lo antes que seja tarde,
- os nossos arquivos prediletos.
Tudo o que realmente nos interessa está arquivado ali.
Na câmara escura das nossas recordações.
Imagens que vamos recolhendo vida afora.
Elas têm nome e uma história para contar, cada uma delas.
E nostalgia.
Nada mais é do que a saudade da emoção vivida,
num determinado momento que passou veloz.
Emoções e emoções e ainda tanta emoção a ser vivida!
Muito além dos indivíduos, além das particularidades.
E todas essas químicas se processando no nosso corpo,
pois há quem diga que amor nada mais é do que uma sensação provocada,
para evitar a loucura da espécie e perpetuar o predador.
Uma ilusão passageira, uma descarga de substâncias certas no sistema.
Lubrificação.
Cuidados com a máquina.

Seja lá o que for, andei tomando resoluções práticas para a existência.
Porque nunca mais nesta vida quero ter saudade de beijo.
Nunca mais a nostalgia daquele mundo de línguas
dançando balé no céu das nossas bocas.
Nunca mais!

E juro que nunca mais nesta vida quero tentar entender o amor.
Quero deixar que ele passe por mim, como um pé de vento
que sopra folhas e poeira num arranjo aprumado.
Eu fico ali, no meio do redemoinho, só achando tudo muito bom.
Depois, o amor se vai e a gente continua a tocar a existência.
Assim é que deve ser.

Nunca mais nesta vida quero gente se indo. Já está de bom tamanho.
Coração da gente vai absorvendo os golpes:
que são muitos e de todos os lados, sempre.
Com quase todo mundo é assim.
De repente, as pessoas começam a ir embora, por morte matada e morrida,
por desamor, por tristeza, por ansiedade, por medos diversos,
seu coração vai recebendo as pancadas e uma hora dá vontade de dar um berro,
sair vomitando as mágoas todas que a gente foi engolindo.

Nunca mais gente partindo sem motivo aparente,
sem dar nome aos bois ou uma denúncia vazia.
Nesta vida, nunca mais!

E nunca mais, nesta breve passagem, a palavra não dita, o gesto parado no ar,
dissolvido antes do afago. Nunca mais a dose nossa de orgulho besta,
a solidão das noites perdidas por amor desenganado, o coração parado, à espreita.
Isso, não. Quanto mais o tempo passa, mais a urgência da felicidade ilusória
e da química do bem-estar, essas coisas todas que se operam em nossos íntimos.
Nunca mais.

Nunca mais um dia atirado ao nada,
nunca mais o verbo que não se completa,
todas as palavras que não foram ditas - verdades -, todas elas,
uma após a outra, formando frases, pensamentos, sentimentos,
amor costurando o texto,
que é linha que não refuga de jeito nenhum.

Nunca mais!
O coração se magoando todo o dia,
a gente engolindo sapos e lagartos e se esquecendo
de que é capaz de mudar cada uma das histórias,
reescrever o livro das nossas vidas.
Uma hora mais cedo e a cena teria sido outra ou o que teria acontecido
se você não tivesse ido àquele lugar, àquela noite,
quando o universo conspirava contra nós, ou a nosso favor?

Quem é que vai nos explicar?
Ninguém. Ou alguém.

Instrumentos

Miguel Falabella

Os corações humanos são como instrumentos de muitas cordas. E ao longo da vida vamos aprendendo a tocá- las todas. Como se fôssemos músicos, intérpretes de nossas próprias emoções!

Triste

Miguel Falabella

Triste mesmo é a gente nem saber que o fim ainda nem começou e que perdemos a pessoa amada logo no começo.

Coincidência

Miguel Falabella

As coincidências às vezes são soluções que a vida encontra pra mudar o rumo da história.

Comédia

Miguel Falabella

Fazer comédia não é uma escolha. Cada um vê o mundo de uma maneira. Eu o vejo com humor.

Poesia

Miguel Falabella

Às vezes, quando percebo a poesia das coisas, tenho vontade de chorar.

Sentimentos

Miguel Falabella

Não importa o quanto essa nossa vida nos obriga a ser sérios. Todos nós procuramos alguém para sonhar, brincar, amar e tudo o que precisamos é de uma mão para segurar e um coração para nos entender.

Palavras

Miguel Falabella

Nunca e sempre são palavras que só deviam existir nos contos de fadas. São palavras que fazem parte de promessas impossíveis de serem cumpridas. Mas como é bom ouvi-las, não é mesmo?!

Vibração de amor

Miguel Falabella

Quando alguém nos ama, diz o nosso nome de maneira diferente e cada um de nós é capaz de entender que existe ali, uma vibração de amor. E o mais curioso é que você só calcula o quanto ama alguém, quando o vê passar por uma situação de ridículo.

Caminhos

Miguel Falabella

Quantas vezes você já terá cruzado com o grande amor da sua vida, sem se dar conta de que estava ali, de olho em você?

Coração

Miguel Falabella

O coração se magoando todo dia, a gente engolindo sapos e lagartos e se esquecendo de que é capaz de mudar cada uma das histórias, reescrever o livro das nossas vidas.

Força

Miguel Falabella

Por mais forte, por mais ambicioso, por mais cruel que você seja, sempre vai ter alguém disposto a ter mais força, mais ambição e mais crueldade. E já notaram como a vida acaba juntando esse tipo de pessoa? É como se diz por aí: um tatu cheira o outro.

Saudade

Miguel Falabella

Em alguma outra vida, devemos ter feito algo muito grave para sentirmos tanta saudade...

Amor

Miguel Falabella

Em todas as estações, o amor acaba para retomar um ciclo e renascer em outros lugares e outros corações.

Possível

Miguel Falabella

Esse é o mundo das possibilidades e as coisas só são impossíveis até o momento em que deixam de ser. Estamos sempre repetindo: não é possível! Não é possível. Mas é! É possível!

Humilhação

Miguel Falabella

O que eles fazem é uma coisa pobre, humilham as pessoas. O povo gosta de ver gente humilhada.

Problema

Miguel Falabella

Como há um problema no Brasil, a gente faz sucesso, todo mundo acha que a gente faz um pacto com o Diabo, porque você não pode fazer sucesso porque trabalha, alguma você aprontou.

Portas Abertas

Miguel Falabella

Há dias que as portas não deviam ser abertas. Há dias que a campainha que toca é um sinal de alerta e não nos damos conta disso. Mas ninguém foge do próprio destino.

Promessas

Miguel Falabella

Ah! O mundo é grande demais, atraente demais! Ah tantas promessas que precisamos manter, e tanta estrada ainda pra percorrer!

Mais culpa

Miguel Falabella

Dizem que não há nenhum problema tão terrível que você não possa adicionar um pouco de culpa e torná-lo ainda pior.