Famosos / Cinema e TV / Atrizes / Atrizes nacionais

Letícia Colin

Letícia Colin, atriz cantora e apresentadora, começou sua carreira logo cedo, quando ainda era criança. Mas, foi quando atuou em programas da Rede Globo como Malhação e TV Globinho que passou a ser mais notada. Atualmente, faz par romântico com a atriz Bruna Marquezine em "Nada Será Como Antes".

Cena de beijo

Letícia Colin

A gente gravou pouquíssimas coisas. Teve uma cena de beijo.. Mas não sei se vai ao ar.

Compartilhar

Bruna Marquezine

Letícia Colin

Normalmente eu me dou bem com as pessoas que eu trabalho. A Bruna é uma atriz incrível. Muito talentosa. Eu fiquei feliz de ter uma grande parceira em cena. Todo ator torce para ter uma parceria boa em cena. Tivemos.

Compartilhar

Imagem

Letícia Colin

Eu trabalho desde os 9 anos. A gente dialoga com a imagem. Eu gosto de estar bem comigo mesma. Me sentindo bonita. Sabe? Sem neurose. Porque é uma serie que se passa nos anos 50. Os corpos não são os corpos que a gente acredita como bonito de hoje em dia, talhados e tal. É uma personagem muito diferente de mim. Uma personagem de composição. Não precisei engordar para a personagem.

Compartilhar

Repercussão

Letícia Colin

Eu acho natural a curiosidade das pessoas em relação à polêmica. Mesmo sendo uma coisa muito falada e vista. As pessoas precisam de polêmica. Então…

Compartilhar

Personagem

Letícia Colin

Eu não considero a minha personagem gay. Eu sou meio contra rótulos. Sabe? Eu sinto responsabilidade de ser mulher e defender a não exploração sexual das mulheres e tudo mais. Independente dela ser gay, bi, ou tudo…

Compartilhar

Michel Melamed

Letícia Colin

O Michel é incrível, posso falar isso. Sem rotular, é o que tenho para falar. Ele é incrível. É isso.

Compartilhar

Descobertas

Letícia Colin

Estou me descobrindo ainda. Fiz 18 anos no dia 30 de dezembro, entrei na faculdade de jornalismo, estou tirando carteira de motorista. Tem muita coisa em mim que eu não sei ainda, mas estou descobrindo várias sensações.

Compartilhar

Bonitinha

Letícia Colin

Conheço a Cibele Santa Cruz que é a produtora de elenco do filme, mas a princípio, eles não queriam ninguém que tivesse compromisso fora, e eu sou contratada da Record. Mas pedi muito para ela deixar eu participar dos testes, ao menos para que ela conhecesse meu trabalho. Por fim, ela concordou, fui fazendo os testes, passando e ficando. Segundo o Moacyr Góes, diretor do filme, foram 200 meninas.

Compartilhar

Rosto conhecido

Letícia Colin

Eles queriam disponibilidade para fazer as cenas. Porque teve gente que até tinha experiência, mas chegava na hora e travava, não fazia a cena do estupro, por exemplo.O Moacyr também queria alguém que tivesse uma imagem frágil, mas que demonstrasse uma força para fazer filme.

Compartilhar

Regras

Letícia Colin

Faço muito o que tenho vontade de fazer, e sempre me dou bem quando sigo minha intuição. Não vou citar exemplos.

Compartilhar

Namoro

Letícia Colin

Ai gente, vamos entrar nesse mérito?! Eu nunca tinha tido namorado, né?! Então foi tudo: foi meu parceiro, companheiro, uma descoberta de corpo e de alma. Foi um momento bonito porque as coisas começaram a fazer sentido.

Compartilhar

Cena

Letícia Colin

Não me imaginei como Letícia, sempre pensei que era a “Maria Cecília”. Ensaiei com os atores a cena do estupro, e foi tudo coreografado pelo Dani Hu, que é um cara que trabalha com luta, e ele ensinou jeitos de me pegar e não me machucar, para dar o efeito, mas não ser físico. Apesar disso, ainda estou com umas marcas aqui das filmagens (risos).
Além disso, não preciso passar por aquilo para sentir. Não acho uma cena difícil. Acho fácil porque é muito concreto, o caras estão ali, vão me pegar, vão falar coisas, é tudo muito concreto. Não tenho que imaginar nada. É só estar ali. Não fico pensando que tenho que chorar. Sei que vou chorar. Acho melhor não pensar muito para não travar.

Compartilhar

Corajosa

Letícia Colin

Pra mim foi só uma cena, mais um momento, procuro não mistificar. Senti-me corajosa, mais atriz, mais forte, mas nada de extraordinário.

Compartilhar

Amor entre duas mulheres

Letícia Colin

Elas têm uma relação que é confusa mesmo. A Beatriz (Bruna Marquezine) é muito livre. É uma artista à frente de seu tempo também. São personagens muito modernos. Todos! Pra época em geral. Uma mulher de negócios, uma atriz que não se importa do que vão falar dela. Enfim, são personagens admiráveis. São mulheres incríveis. É uma série muito feminina. A personagem da Débora Falabella também é admirável. Ela que se divorcia e tudo mais. É tudo bem pra frentex. Tudo o que a Beatriz tem, a minha personagem não tem. Julia é uma mulher que tem o peso do nome que ela carrega da família dela, do dinheiro que ela tem. A Beatriz é livre, desimpedida. Isso comove muito a minha personagem. Ela se projeta muito na personagem da Bruna. A série tem um bom gosto indiscutível. É tudo muito sutil. Ainda mais por serem mulheres. A gente não teve nenhuma grande cena de sexo. Não tem nada. Pelo menos a meu ver como atriz, está tudo lindo. Lindo mesmo. A gente já filmou há bastante tempo e eu não sei o que vai para o ar. Gravamos a série há mais de seis meses. De fato eu não sei dizer. Se vai ter beijo gay, se vai ter cena picante. Não sei.

Compartilhar

Personagem

Letícia Colin

A Julia é uma pessoa muito possessiva. Ela tem uma relação de ciúmes em relação ao irmão, Otaviano, interpretado pelo Daniel Oliveira. Tudo que acontece na vida do irmão passa pelo crivo dela. Ela fica sempre de olho para saber com quem ele vai se relacionar e tudo mais. Ela paga as contas dele também. Eles convivem muito de perto. Ela vai se envolver com Beatriz, personagem vivida pela Bruna Marquezine, que na trama é namorada do irmão. Acaba virando um triangulo amoroso. Minha personagem tem poucos amigos. Ela tem muita responsabilidade em relação à família. É muito dinheiro envolvido. A Beatriz é um sopro de vida no caminho da minha personagem. Ela é eletricidade que aparece na vida deles.

Compartilhar

Apoio

Letícia Colin

Minha mãe me deu apoio integral. Afinal, é um personagem de Nelson Rodrigues, e ela sabia que eu queria fazer. Meu pai, José Hélio, que ficou um pouco mais receoso. Disse “Vamos ver direitinho como vai ser isso, ver quem são os atores que vão fazer” (risos). Depois, ele falou: “Agora é a hora de você decidir”. Mas eu sempre quis fazer. Mas fui muito criticada também. Várias pessoas disseram que eu não devia fazer porque era muita exposição, e eu era muito nova, e que não tinha necessidade de fazer esse personagem nesse momento.

Compartilhar

Nelson Rodrigues

Letícia Colin

Ele não me choca em absoluto. Acho que as grandes idéias são simples. É alguém que observou alguma coisa e viu que era aquilo. Ele percebeu as emoções dos seres humanos e viu que era completamente normal um pai se apaixonar pela filha, por exemplo. Acho tudo isso mais simples. Tudo muito próximo, muito humano e real. Não me choca, não, é um prazer ver como ele traz isso à tona.

Compartilhar

comentários

anterior

É impossível te esquecer!

Algumas pessoas merecem ser lembradas para sempre

próxima

Novalis

Um dos mais importantes nomes do primeiro romantismo